Página Inicial
 Copyleft

Newsletter

Deseja receber notícias do Lihed? Inscreva-se na nossa newsletter!

Nome:

E-mail:

Estatísticas de Visitas

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje5
mod_vvisit_counterOntem6
mod_vvisit_counterSemana33
mod_vvisit_counterMês58
mod_vvisit_counterTotal48435

Designed by:
Reseller hosting Joomla Templates
Hosting services
PDF Imprimir E-mail

Seja bem-vindo(a)!


Catálogo 1933 Catálogo 1954 A Francisco Alves na História do Livro: uma introdução O Lihed, pioneiro na universidade brasileira, nasceu em momento especialmente inovador no Instituto de Arte e  Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense, em 2003, dois anos após seu fundador, Aníbal Bragança, ter concluído o doutorado em Ciências da Comunicação com a tese “Eros Pedagógico – A função editor e a função autor”, orientada pelo saudoso professor Dr. Virgínio Noya Pinto, na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.
 
Os estudos sobre a formação cultural brasileira (quase) nunca incluem o papel da mídia livro e da indústria editorial como fator relevante de seu desenvolvimento. Até pouco tempo atrás, na bibliografia brasileira destacava-se apenas um trabalho de síntese, de Laurence Hallewell, originalmente sua tese de doutorado na Universidade de Essex, na Inglaterra, defendida em 1975, com o título Uma história da indústria editorial brasileira, com referência particular à publicação de obras literárias. Seu autor afirmou ter tido como objetivo básico “demonstrar como o desenvolvimento da literatura brasileira foi determinado pelas circunstâncias econômicas, práticas comerciais e condições técnicas da indústria editorial”. Traduzido e publicado no país, em 1985, com o título O livro no Brasil (sua história), reeditado, revisto e ampliado, pela Edusp em 2005, esse trabalho tornou-se clássico e obrigatório como referência para os pesquisadores da área. Mais recentemente surgiram  bons estudos feitos por pesquisadores brasileiros. Começa-se assim a formar uma tradição na área multidisciplinar batizada por Robert Darnton de História Social e Cultural da Comunicação Impressa.
 
O Lihed tem como principais objetivos a criação do Centro de Memória Editorial Brasileira, a partir do acervo histórico da Livraria Francisco Alves e de outros que possam ser nele acolhidos, e, ao mesmo tempo, estreitar laços entre as instituições e os pesquisadores, no país e no exterior, afinados com o fortalecimento desse campo emergente de estudos, inclusive formando parcerias para o desenvolvimento de projetos intra e inter-institucionais na área, na busca de preencher lamentáveis lacunas no conhecimento acadêmico da cultura letrada e do mercado de livros e sua relação com a sociedade, construindo um novo olhar sobre a história da cultura brasileira e, diante dos desafios das novas tecnologias de informação e comunicação, sobre suas perspectivas futuras.


Contatos:
Secretaria:
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Coordenação:
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Tel: 55 21 2629 2783

Endereço:
Biblioteca Central do Gragoatá, sala T5 - Campus Gragoatá da UFF
Rua Professor Marcos Waldemar de Freitas Reis, s/nº - São Domingos
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
CEP 24210-201


Doações Francisco Alves
 
Joomla!, Powered by Joomla! and designed by SiteGround web hosting